google-site-verification=eui4sqVHU6eLXkhqioN990gQwZ50VUzmOxkM8wtNeXw
 
  • Odonto Family Group

ORTODONTIA E ORTOPEDIA FUNCIONAL

Atualizado: Mar 5

Orientações e esclarecimentos


Muitas dúvidas existem sobre o que é ortodontia e o que é ortopedia funcional dos maxilares. Esclarecendo, ortodontia é o trabalho mecânico que movimenta os dentes, reposicionando-os no arco dentário de forma funcional e estética. Já a ortopedia funcional é o que usamos para evitar que os dentes fiquem mal posicionados no arco dentário, muitas vezes evitando o tratamento ortodôntico.


Em princípio, utilizamos a ortodontia quando já há um problema instalado e a ortopedia funcional quando há a possibilidade de se instalar um problema. Então, podemos dizer que a ortopedia funcional dos maxilares atua mais de forma preventiva à má oclusão e a ortodontia corrige a má oclusão já existente.


Atendimento de crianças na Clínica Odonto Family em Bragança Paulista, São Paulo

Bem, com base nessas informações, surge uma dúvida: se temos uma atividade preventiva e a outra corretiva, quando então devemos levar nossas crianças para uma consulta a fim de sabermos da necessidade de tratamento ortopédico ou ortodôntico, ou de ambos?

O período ideal é a partir do início da dentição permanente. Podemos estabelecer aos 6 anos de idade. No período dos 6 aos 12 anos de idade a criança estará na fase de dentição mista, ou seja, terá dentes permanentes e decíduos (de leite) ao mesmo tempo. Com base na literatura existente e em nossa própria experiência, não recomendamos aparelhos ortodônticos nessa fase (aparelhos fixos), até porque não devemos fixar brackets (aqueles “tijolinhos”) em dentes de leite. Esse é o período que a criança está crescendo, se desenvolvendo e muitas vezes a idade óssea se atrasa em relação à idade cronológica, causando incompatibilidades na arcada dentária. A criança já tem dentes de adulto num espaço pequeno, ainda infantil. Nesse contexto é que entramos com a ortopedia funcional de maxilares.


Aparelhos móveis na clínica Odonto Family em Bragança Paulista, São Paulo

A ortopedia funcional fundamentada na ação de aparelhos móveis age da seguinte forma:

  • Estimula o desenvolvimento estrutural, ósseo;

  • Dá conformação ideal aos arcos dentários;

  • Aumenta a área disponível para acomodação correta dos dentes;

  • Proporciona boa expansão palatina (do céu da boca), melhorando a respiração da criança e a fala, proporcionando melhor desempenho atlético, por exemplo;

  • Corrige respiradores bucais e possíveis futuras distorções na aparência facial como prognatismo (queixudo) e retrognatismo (sem queixo ou queixinho pequeno em relação ao maxilar superior);

  • Previne a má oclusão e o mau posicionamento dos dentes, conseguindo espaço ideal para todos eles.

Além de todos os benefícios citados a ortopedia funcional é muito prática em relação à higiene. Dos 6 aos 12 anos é um dos períodos da vida em que os dentes estão mais vulneráveis à ação bacteriana, às cáries. Nesse período deve haver uma atenção especial aos hábitos de higiene e às necessidades a esse respeito (prevenção profissional, escovação, fio ou fita dental, hábitos alimentares). Assim, como aparelhos removíveis se torna muito fácil a higienização da boca e do aparelho, não havendo prejuízo para a criança nesse quesito. O inconveniente é que, sendo aparelhos removíveis, dependemos da disciplina da criança e da atenção dos pais para obtermos sucesso no tratamento.


Aparelhos móveis na clínica Odonto Family em Bragança Paulista, São Paulo

Há cerca de 30 tipos de aparelhos móveis que podemos utilizar dependendo do caso. Todo tratamento necessita de uma documentação pedida pelo profissional. Com base nessa documentação e exames clínicos é que o profissional chegará a um diagnóstico e estabelecerá um plano de tratamento, sempre baseado em informações científicas e critérios pré-estabelecidos por pesquisadores e cientistas.

Podemos dizer que a ortopedia funcional dos maxilares é uma excelente ferramenta que temos para intervir precocemente uma possível má oclusão, muito eficiente na idade dos 6 aos 12 anos e muitas vezes já resolve o problema, evitando aqueles tratamentos ortodônticos muito longos.


Por outro lado, a ortodontia continua sendo o melhor meio para corrigir a má posição dos dentes de forma generalizada na dentição permanente. Há relatos de tratamentos ortodônticos desde o Egito antigo, com métodos rudimentares.

Para tratamentos ortodônticos há muitos métodos e filosofias, todas buscando um resultado final que satisfaça os quesitos: estética e função. Contudo, nos últimos anos, estabeleceu-se que devemos usar sempre a menor força possível para movimentar os dentes pois causará menos efeitos colaterais como reabsorções radiculares e mobilidade dental.

Pesquisas também mostraram que quanto menor o atrito do fio ortodôntico com o bracket, menor a força necessária e mais rápida é a movimentação dos dentes. Daí criou-se a ortodontia com brackets autoligados, eliminando-se aquelas ligaduras elásticas coloridas que a garotada tanto gosta.


Espero ter esclarecido alguns pontos importantes a respeito dessas especialidades odontológicas e aguardo as perguntas sobre as dúvidas que ainda tenham e que serão prontamente respondidas.


Um abraço!

Dr. Luiz Antônio Fraulo

CRO 18285

9 visualizações0 comentário